criptomoedas

Criptomoedas, o que é, como funciona?

Criptomoedas ou o a mais conhecida delas bitcoin.
Vem ganhando muita visibilidade principalmente nesse ano de 2017 onde o bitcoin alcançou os incríveis 11k USD.
Esse mercado de criptomoedas começou em 2009 com o surgimento de sua primeira moedas o Bitcoin ou BTC.
De la pra cá vem ganhando os holofotes dos principais investidores e bolsas de valores e vamos falar tudo isso mais a baixo.

Como funciona o sistema de criptomoedas.

História e surgimento.

O Bitcoin surgiu em 2009 depois do colapso financeiro de 2008 com a crise dos principais mercado de ações.
Sendo primeira criptomoeda criada pelo Satoshi Nakamoto usando SHA-256 como uma função Hash de criptografia.
A moeda é open source, ou seja qualquer um pode olhar o código e contribuir.

Depois em outubro de 2011 foi lancada o Litecoin.
Sendo a primeira moeda bem sucedida a usar scrypt com função hash ao invés de SHA-256.
Desde então vem surgindo varias moedas no mercado, algumas sendo criadas até por governos e bancos.
A criptomoedas funcionam como o mercado de forex, porem não tem um centralizador ou instituição financeira.
Por ser descentralizado e fora do sistema bancário transicional isso faz que a moeda não tem juros e risco governamental.
A partir de 2014 uma segunda geração de criptomoedas surgiu, como o Monero, Ethereum e Nxt.
Essas moedas possuem funcionalidades avançadas como endereços escondidos e contratos inteligentes.

Legalidade

A legalidade das moedas digitais variam de país para país.
Enquanto alguns autorizam explicitamente o seu uso como troca, outros restringiram e até baniram.
Como é o caso da China, o banco central da China baniu o manejo de bitcoins por instituições financeiras.
A Russia por outro lado a moedas são legais, mas é ilegal fazer compras de produtos com qualquer moeda que não seja o Rublo Russo.

Informações Técnicas

Unidades

No caso do bitcoin são representados pelos simbolos BTC, XBT.
Pequenas quantidade de bitcoin são representadas como milibitcoin (mBTC), microbitcoin (µBTC) e satoshi (nomeado em homenagem ao criador do bitcoin).

Blockchain

A tecnologia blockchain é tipo um banco de dados distribuído, que tem como função um livro de contabilidade publica.
Nela são registradas as transações de bitcoin, sendo distribuídos entres os participantes da rede P2P.
Simplificando cada transação de um usuário X enviando para o usuário Y é transmitido pela rede através de software, validada pelas mineradoras, elas por sua vez adicionam a transação biticoin no próximo bloco da cadeia de blocos, a cada 10 minutos.

O bloco contem as informação do recebedor Y que agora tem + bitcoin e o pagador X que tem – biticoins.
Cada nó gerador da rede procura por transações ainda não presentes na blockchain em um bloco candidato,que possua o identificador hash criptográfico de um bloco válido anterior conhecido por este nó.
Então ele tenta produzir um hash criptográfico em outro bloco com características únicas.

O serviço que requer um enorme poder de processamento computacional e quantidade previsível de repetidas tentativas e erros.
Quando um nó encontra tal solução criptográfica, ele informa o resultado para os outros nós da rede, validando a transação.
E ganha como recompensa 25 novas moedas como forma de pagamento pelo “empréstimo” do poder computacional.
Sendo assim o Blockchain contem a história de todas as transações, sendo os dados imutáveis e seguro.

Transações

As transações são feita de uma carteira para outra e processada pelos mineradores, mas tem moedas que o processo é todo diferente, mas como estamos focando mais no bitcoin vamos usar ele como exemplo nesse post.
O endereço da carteira é formado por códigos de 64 caracteres, em geral as transação corre entre carteiras diferentes, mas nada impede de uma pessoa fazer transação para outra carteira que possui.
A transação na rede ocorre através da internet, não sendo possível cancelar ou reverter após ela ter sido enviada pela rede.
Para ter os bitcoins associados ao seu endereço, o destinatário não precisa estar online no momento da transação e não precisa confirmá-las

Carteiras

A carteira armazena informações para que possa ocorrer a transação.
A melhor descrição para funcionalidade da carteira seria “armazenas as chaves criptográficas para que o usuário possa usar os seus fundos bitcoin“.
Existe varios tipos de carteira vamos descrever alguns:

  • Carteira física ou de hardware: Utiliza algum tipo de armazenamento físico, um dispositivo eletrônico, das chaves privadas, como por exemplo um pendrive.
  • Software de carteira: Um aplicativo de computador, smartphone  que é usado para fazer transações e armazenar as chaves.
  • Serviço de carteira: Um serviço online, disponibilizado em um site, que armazena as chaves para o usuário (armazenamento em nuvem).
  • Carteira offline: Qualquer tipo de carteira que nunca se conecta à internet.

Lembrando que as carteiras de software pode conter todas as transações do blockchain,  o que pode exigir um grande uso de internet.
Importante também guardar a chave privada, pois é com ela que que você tem acesso a seus bitcoin na hora de fazer a transferência.

Ponto de vista econômico das criptomoedas

A muitos economistas mais conservadores desaconselham a compra do bitcoin para longo prazo.
Afirmam que por ser altamente volátil, da noite para o dia você poderia perder todos os seus fundos que investiu na moeda.
Alguns até afirmam que é uma bolha e que logo pode estourar.

Porém existe outros que veem o bitcoin uma forma de sair do risco que a maioria das moedas tem.
Pois a moeda  normalmente tem um administrador, Banco Central, um governo e isso pode desvalorizar ou valorizar uma moeda.

O bitcoin vem para resolver essa problema.
Risco governamental, segurança e pouca burocracia para transferir fundos.
Sem contar que você pode transferir para qualquer pessoa do globo em questões de poucas horas.

Viu o que a moeda da de liberdade financeira. Por isso que o bitcoin tem se valorizado tanto nos últimos anos.

Não é atoa que muitos venezuelanos estão comprado bitcoins para enfrentar a crise que estão passando.

Minha opinião

Creio que ao longo prazo as moedas digitais e tecnologia do bitcoin ira melhorar nossa forma de negociar.
Então visando longo prazo continuo comprando.
Mais pra frente vou trazer meus investimentos em bitcoin e moedas e as formas que uso para conseguir os bitcoins
Até como forma de proteção do meu patrimônio ao risco da moeda local.

Segue um resumo do que é Bitcoin.

Deixe uma resposta

Scroll to top
%d blogueiros gostam disto: